Condege cria Grupo de Trabalho para atuar junto à Terra Indígena Yanomami

Comissão para tratar de ações estratégicas que atendam demandas dos povos tradicionais também ficou definida

Durante reunião realizada em Brasília, nesta quinta-feira (9), o Conselho Nacional de Defensoras e Defensores Públicos-Gerais (Condege) criou um Grupo de Trabalho para atuar, emergencialmente, junto à Terra Indígena Yanomami.

O objetivo do Grupo de Trabalho é cooperar com o enfrentamento da crise humanitária vivida pelos povos indígenas e moradores da região, em razão do garimpo ilegal e abandono das estruturas de proteção à terra indígena.

Durante o encontro, também ficou definida a criação de uma comissão para tratar de ações estratégicas que atendam demandas dos povos tradicionais.

Reunião no Planalto
Ainda na quinta-feira, em agenda com o ministro Alexandre Padilha, as Defensorias Públicas do Brasil receberam da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República a garantia de que defensoras e defensores farão parte da reconstrução de políticas públicas em benefício da população em situação de vulnerabilidade.

A reunião com os representantes do Conselho Nacional das Defensoras e Defensores Públicos-Gerais (Condege) ocorreu no Palácio do Planalto. O Amazonas esteve representado pelo defensor público geral, Ricardo Paiva, que é vice-presidente do Condege, pela subdefensora geral, Manuela Veiga Antunes, e o coordenador de Projetos e Programas da DPE-AM, Rodolfo Lôbo.

Durante o encontro, as Defensorias sustentaram o papel essencial que desempenham dentro de áreas habitadas pela parcela mais carente da população, além da atuação em comunidades ribeirinhas e indígenas.

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
Pular para o conteúdo