Defensoria realiza mutirão de assistência jurídica em comunidade ribeirinha de Alvarães

No último domingo (13), a Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) por meio do Polo do Médio Solimões realizou um mutirão de assistência jurídica na comunidade Canariá, no município de Alvarães. De acordo com a defensora Suian Lopes, que coordenou a ação, os atendimentos foram principalmente na área de Direito da Família.

Segundo a defensora, esta foi a primeira vez que a DPE-AM realizou um mutirão na localidade, que fica distante 40 minutos da sede do município. “Foi bem interessante porque a maioria das pessoas não sabia o que era Defensoria, nem conhecia o nosso trabalho. Então, fomos explicando o papel da instituição, as demandas que atendíamos e os comunitários foram avisando uns para os outros”, explicou.

Os principais atendimentos foram relacionados a registro de nascimento tardio, retificação de registro civil, segunda via de registro civil, alimentos, guarda, reconhecimento de união estável e divórcio. Ao todo, cerca de 100 atendimentos foram realizados durante o evento.

Além da defensora, dois servidores do Polo Médio Solimões também participaram da atividade para levar acesso à justiça e cidadania à comunidade. A ação contou ainda com o apoio da Câmara Municipal de Alvarães.

“Quando faço viagens para alguma comarca do Polo, busco sempre verificar as comunidades mais afastadas, justamente por saber a dificuldade que os moradores têm em acessar o local que atendemos na cidade. Então, essa iniciativa foi bastante proveitosa e estamos cumprindo a nossa missão que é ofertar acesso gratuito a justiça às pessoas mais vulneráveis nos rincões da Amazônia”, frisou Lopes.

O Polo Médio Solimões, cuja sede está situada no município de Tefé, atende os municípios de Jutaí, Maraã, Juruá, Uarini, Alvarães, Japurá e Fonte Boa.

Texto: Kelly Melo

Fotos: Divulgação

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
Pular para o conteúdo