Defensoria encerra homenagens a servidores por tempo de serviço

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) encerrou, nesta quinta-feira (dia 16) as homenagens por tempo de serviço a 200 servidoras e servidores com até três décadas de trabalho dedicado à instituição. A série de homenagens que teve início na segunda-feira (13) tem o objetivo de prestar reconhecimento ao empenho em servir à população que necessita de assistência jurídica gratuita. Em 2022, a instituição passará a contar com o Programa de Reconhecimento de Membros e Servidores, para celebrar cada quinquênio de serviços completados.

Na segunda-feira, foram homenageados e receberam placas comemorativas os servidores e servidoras e membros com 15 anos ou mais de serviços prestados. Na quarta-feira (15), receberam as homenagens 56 colaboradores que têm entre 10 e 14 anos de dedicação à DPE-AM. Nesta quinta-feira (16), foram homenageados outros colaboradores e colaboradoras, que têm entre 5 e 9 anos de serviço. As cerimônias de homenagem foram realizadas no auditório da sede da Defensoria, na Avenida André Araújo, bairro Aleixo, zona Centro-Sul de Manaus.

Neste último dia de reverências às servidoras e servidores, o defensor público-geral, Ricardo Paiva, concedeu a palavra à diretora de Gestão de Pessoas, Edineida Gato, idealizadora do Programa de Reconhecimento, e ao diretor de Administração, Rudson Nunes. “Apenas gostaria de dizer que sou muito feliz por tê-los na Defensoria. E que Deus abençoe a nossa caminhada”, disse Paiva, antes de ceder a palavra.

Rudson agradeceu Edineida pela iniciativa e à administração da Defensoria pela preocupação em encontrar alguém para coordenar a Gestão de Pessoas com foco no lado humano, indo além de questões administrativas, como folha de pagamento. “Hoje é só mais uma mostra de como a Gestão de Pessoas vem evoluindo. Ser homenageado na nossa casa é muito especial e poder entregar as placas a vocês, para mim, não tem preço”, disse o diretor de Administração. E encerrou sua fala lembrando um momento em que sua filha de três anos comparou todos da Defensoria a super-heróis. “Somos todos super-heróis e hoje quero falar da minha gratidão e dessa homenagem a nós, que somos super-heróis”, concluiu.

Ao se pronunciar, Edineida também agradeceu ao defensor geral pela confiança, apoio e liberdade para que realizasse as homenagens e também a sua equipe da Gestão de Pessoas e aos demais diretores e servidores e servidoras. Ela ressaltou ainda que, trabalhando na Defensoria, todos têm o privilégio de fazer o bem sendo pago por isso e ainda amar o que se faz. “A ideia do programa é que todos sejam reconhecidos, pois o ser humano quer sempre três coisas: ser reconhecido, ser amado e ser feliz. Quando reunimos essas três coisas, somos felizes. E a Defensoria tem essa missão de ajudar as pessoas. Essa homenagem é para reconhecer isso, nossa missão de ser agentes de transformação social. Espero que possamos dar continuidade a esse reconhecimento”, afirmou.

O subdefensor geral, Thiago Nobres Rosas, e o corregedor-geral, Marco Aurélio Martins, também manifestaram seus agradecimentos à atual administração da Defensoria e, principalmente, às servidoras e servidores, por todo o amor com que desempenham suas funções em prol do bem maior de atender à população vulnerabilizada.

Texto: Márcia Guimarães

Fotos: Clóvis Miranda/DPE-AM

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
Skip to content